Maçonaria na Literatura: Crônica de Machado de Assis

Machado de Assis é um dos grande autores brasileiros. Numa pequena crônica publicada em 10 de janeiro de 1884, rememorando um episódio ocorrido quando do Alvará Régio de 1817 em que o Rei Dom João VI (lembrem-se que o Brasil já não era mais Colônia, e sim “Reino Unido” com Portugal e Algarve) proibiu aContinuar lendo “Maçonaria na Literatura: Crônica de Machado de Assis”

Maçonaria na Literatura: “O Homem que queria ser Rei”, de Rudyard Kipling

Este artigo, de minha autoria, foi publicado originalmente na Revista Ciência e Maçonaria, Vol 1. nº 2 (2013). Conheça e prestigie o trabalho desta importante revista maçônica brasileira. : http://www.cienciaemaconaria.com.br/index.php/cem O Homem que queria ser Rei: Uma aventura Maçônica Resumo O presente trabalho busca demonstrar a influência da filosofia e do simbolismo maçônico presentes noContinuar lendo “Maçonaria na Literatura: “O Homem que queria ser Rei”, de Rudyard Kipling”

Maçonaria na Literatura: “Guerra e Paz”, de Leo Tolstoi

“Guerra e Paz”, de Lev Tolstoi, é considerado uma das obras primas da literatura russa, já tendo sido adaptado para o cinema e a televisão algumas vezes, incluindo uma nova série que estreou este ano (2016). Narra a história da Rússia durante o período das Guerras Napoleônicas, sob a ótica de cinco famílias. Um dosContinuar lendo “Maçonaria na Literatura: “Guerra e Paz”, de Leo Tolstoi”

Maçonaria na Poesia: “À minha Loja-Mãe”, de Rudyard Kipling

Rudyard Kipling foi um dos maiores escritores da língua inglesa. Foi autor, dentre outros, de Mowgli e d´O Livro da Selva. Kipling foi, também, um maçom ativo e fervoroso, e a maçonaria foi retratada em algumas de suas obras, como no conto “O Homem que queria ser Rei” e neste poema. À Minha Loja-Mãe PorContinuar lendo “Maçonaria na Poesia: “À minha Loja-Mãe”, de Rudyard Kipling”